Bem-vindo à Vinci Hair Clinic!

  • Português
  • Português

Alopecia: Qual a causa e como curá-la?

A alopecia é a condição de calvície que a maioria das pessoas deve conhecer agora, ao menos quem assistiu ao Oscar em março de 2022. Depois do evento, ela se tornou o problema médico mais mencionado no planeta por um curto período. Todos aprendemos sobre as dificuldades de Jada Pinkett Smith com a alopecia, e todos os programas de TV encontraram especialistas para falarem sobre a condição.

O único problema é que a maioria das pessoas não estavam prestando atenção. Elas estavam muito ocupadas discutindo se Will Smith deveria perder seu Oscar e ser processado por agressão, ou mesmo elogiado pela sua valentia.

Agora que o assunto morreu, é um bom momento para analisar a alopecia e saber o que pode ser feito sobre ela. Continue lendo para entender melhor!

Alopecia areata

A alopecia é o termo geral para a calvície que toma diferentes formas. A mais comum delas é a alopecia areata, uma condição imunológica. Isso acontece quando o sistema imunológico do corpo ataca as células saudáveis. Já que seus folículos capilares fazem parte dessas células saudáveis, o cabelo sofre. Os folículos capilares são encontrados em todo o corpo, mas com a alopecia areata, o cabelo na sua cabeça é o que mais sofre.

Existem três tipos diferentes de alopecia areata. Em alguns casos, ela faz com que o cabelo caia em pequenos pontos do tamanho de uma moeda. Isso é conhecido como a alopecia areata de pontos. A calvície geral no couro cabeludo geralmente é causada pela alopecia totalis, enquanto a perda total de cabelo em todo o corpo seja chamada de alopecia universalis.

Causas da Alopecia Areata

A ciência ainda precisa estabelecer uma causa definitiva da alopecia areata. Os estudos identificaram que ela é uma condição imunológica, mas ainda não explicaram o motivo do sistema imunológico atacar as células saudáveis. Parece existir uma conexão genética, pois a chance de desenvolver a condição aumenta se outros membros da família também tiveram. Certos estudos ligam a alopecia com outras condições imunológicas como o vitiligo, que ataca as células produtoras de melanina do corpo, e a tireoidite. Os estudos identificaram similaridades nas células e nas citocinas por trás das três condições, além dos fatores genéticos.

Pode ser também que a alopecia afete mais algumas raças do que as outras. Estudos apresentam evidências que as mulheres afro-americanas e hispânicas possuem mais chance de desenvolver a condição do que as asiáticas. Quantas dessas diferenças são fatores patofisiológicos e quantas são fatores comportamentais e ambientais ainda não está claro.

Tratamentos

Assim como não existe causa definitiva da alopecia, também não existe uma cura definitiva. Ela pode ser tratada com uma mistura de medicamentos injetáveis, orais e tópicos que pretendem estimular o crescimento capilar. Os cinco principais tratamentos estão listados abaixo. Deve-se notar que três dos cinco medicamentos possuem efeitos colaterais em algumas circunstâncias. Devem ser usados apenas sob recomendação médica por esse motivo.

  • Corticosteróides são medicamentos anti-inflamatórios poderosos que vêm em diferentes formas, incluindo oral, tópica ou através de injeções no couro cabeludo.
  • Minoxidil tópico é o tratamento mais usado contra calvície. É um medicamento vasodilatador que estimula o crescimento capilar nas áreas calvas afetadas pela alopecia.
  • Finasterida é um medicamento tópico e oral usado principalmente para tratar da calvície em homens.
  • A terapia laser provavelmente é o tratamento mais simples e não possui efeitos colaterais. Também é uma terapia que pode ser usada em casa, sem necessidade de visitar uma clínica ou salão. O laser cap é usado alguns minutos por dia para estimular o crescimento capilar. Geralmente é usado como tratamento suplementar para o transplante capilar cirúrgico.
  • Tratamentos naturais para a alopecia incluem probióticos na dieta e alimentos conhecidos pelas suas propriedades anti-inflamatórias. A lista é longa demais para escrever aqui, mas uma rápida pesquisa na internet apresenta vários sites informativos. Aplicar óleos naturais como óleo de alecrim e de lavanda também é recomendada.

Conclusão

A alopecia é um termo que causa medo em qualquer pessoa que se preocupa com seu cabelo. E vamos ser sinceros, isso se aplica à maioria das pessoas. Felizmente, nem sempre significa que você vai sofrer de calvície permanente ou que não exista um tratamento que possa mitigar os piores efeitos.

Se você está preocupado com a calvície, é crucial procurar ajuda assim que possível. Como regra, a calvície é tratada com mais eficácia, quanto mais cedo for identificada. A Vinci Hair Clinic oferece uma avaliação gratuita para todos os novos clientes. Entre em contato hoje e marque sua avaliação!