Bem-vindo à Vinci Hair Clinic!

  • Português
  • Português

COVID-19 realmente está causando calvície?

Conseguir identificar os sintomas do coronavírus é o primeiro passo para se proteger. Quando sentimos que estamos com alguns dos sintomas descritos, devemos nos distanciar das outras pessoas para protegê-las no caso de um teste positivo para o vírus.

Quem foi afetado pela doença afirma que sofreu alguns efeitos colaterais inesperados. Além dos efeitos comuns como a perda do olfato, paladar, e da fadiga prolongada, alguns pacientes relataram outros sintomas pós-COVID como a perda de cabelos.

Pessoas infectadas com o vírus, e com a variante Omicrom em particular, culparam ele pela perda de cabelo. Como relatado pelo Mirror, esses sintomas apareceram em vários pacientes, causando pânico em seu surgimento. Mas o vírus pode realmente causar calvície?

Há provas de que COVID-19 cause calvície?

Hackensack University Medical Center publicou um estudo depois de pesquisar pacientes de Covid e descobriu um aumento na calvície depois da infecção com o vírus. Os pesquisadores chegaram à conclusão de que as pessoas sofrem com calvície por um período de algumas semanas a até três meses depois da infecção.

Paula Diaz, uma paciente hospitalizada por seis dias depois de contrair o coronavírus, compartilhou sua experiência: “Depois de sair do hospital, comecei a ver meu cabelo caindo em tufos, e foi devastador.”

O Instituto de Tricologia do Reino Unido, que realiza pesquisas sobre doenças do couro cabeludo e do cabelo, relatou algumas destas descobertas. Foram encontradas evidências globais sobre a calvície e a Covid-19.

“Cerca de um terço (423) dos 1.567 participantes analisados relataram um aumento na queda de cabelo entre os sintomas de longo prazo da Covid, em uma pesquisa realizada pela Escola de Medicina da Universidade de Indiana.

Além disso, a Escola de Medicina da Universidade de Usak (Turquia) relatou um aumento significativo de 33% depois da pandemia em pacientes diagnosticados com alopecia (o termo médico para calvície).

Quais são os motivos por trás da calvície causada por COVID-19?

Os especialistas identificaram dois motivos para o Covid-19 causar calvície: inflamação e estresse. O primeiro motivo ocorre quando o corpo fica muito reativo enquanto combate o vírus.

Covid também causa estresse, e estresse é um fator importante para a calvície. A Academia Americana de Dermatologia (AAD) menciona que a calvície é um efeito natural da infecção com o vírus. A AAD também destaca que a Covid-19 geralmente é acompanhada de febre.

“Embora muitas pessoas pensem que isso seja calvície, na verdade é uma troca de cabelo. A maioria delas perceberá a troca de cabelo em dois a três meses depois da febre. O processo de troca de cabelo pode durar de seis a nove meses antes do crescimento capilar retornar ao normal.”

O coronavírus estimula duas conduções de calvície, de acordo com especialistas. A primeira é o eflúvio telógeno (ET). O telógeno é a fase da troca de cabelo que forma a parte do ciclo de crescimento capilar. Uma pessoa saudável possui cerca de 10% dos seus fios nessa fase, o que resulta em uma perda diária de 50-100 fios de cabelo.

Quando o cabelo passa para a fase de ET, mais de 50% de todo o cabelo troca imediatamente. Isso dura cerca de seis meses, mas pode se estender por mais tempo sob os efeitos do estresse ou outros fatores.

A segunda condição capilar que causa calvície e que é estimulada por uma condição é a  alopecia areata. A inflamação faz com que os folículos capilares sejam atacados pelo sistema imunológico. É uma condição autoimune que não requer tratamento, embora injeções de esteróides possam aliviar os sintomas. Em casos raros, estes sintomas podem se tornar permanentes.

O que devo fazer para controlar a calvície causada por COVID-19?

Se você ou um parente seu contrair o vírus, a melhor solução é conversar com um especialista, tal como um dermatologista certificado, que possa diagnosticar o problema.

O método usado para identificar a condição de calvície ativada pelo estresse é baseado na eliminação de outras causas em potencial. Um teste de sangue pode ser suficiente para seu dermatologista verificar se existe alguma deficiência nutricional, um problema de tireóide ou outros fatores que causem calvície.

Então, você pode receber suplementos alimentares que contenham biotina, vitamina D e ferro para controlar a queda de cabelo e promover o crescimento. Uma dieta controlada e alguns medicamentos prescritos podem reduzir o estresse e a inflamação.

Resumo

Os especialistas afirmam que a calvície é uma das consequências do Covid-19. Como visto acima, o aumento no estresse exerce um papel fundamental na queda capilar, mas a inflamação também pode ser a causa. O primeiro passo para acabar com a calvície é identificar a causa correta.

Visitar um dermatologista ou um especialista capilar é a maneira mais rápida de se tratar adequadamente. A Vinci Hair Clinic oferece uma avaliação gratuita para todos os nossos clientes, para que você poupe dinheiro e tempo marcando uma avaliação com nossos especialistas. Entre em contato hoje – temos clínicas em todo o mundo!