Bem-vindo à Vinci Hair Clinic!

  • Inglês
  • Francês
  • Espanhol
  • Português
  • Árabe
  • Inglês
  • Francês
  • Espanhol
  • Português
  • Árabe

Os alimentos calóricos estão causando sua calvície?

Os treinadores possuem um ditado: ‘Controle os controláveis’, Em outras palavras, esqueça as palavras do juiz ou árbitro, do clima, do seu adversário, e de todos os outros elementos sob os quais você não tem controle. Ao invés disso, foque no seu próprio desempenho porque isso você pode controlar.

Assim como nos esportes, isso serve para o cabelo. Nossa herança genética determina muito sobre o tipo capilar que nós temos. Ela determina se o cabelo sairá enrolado, liso, espesso ou fino. Ela determina se ficaremos calvos e em que idade isso acontecerá. Embora você não possa controlar esses aspectos do cabelo, podemos fazer algo sobre o estilo de vida e os fatores alimentares que afetam nossas madeixas.

Por exemplo, alimentos calóricos. Você sabia que comer esse tipo de alimento pode contribuir para a calvície? Continue lendo para saber mais!

A conexão entre calvície e obesidade

Estudos consistentemente demonstram uma conexão entre a obesidade e a alopecia androgênica. Alguns desses estudos focaram em mulheres, enquanto outros analisaram a conexão da calvície padrão em homens. Embora a conexão tenha sido estabelecida, o motivo não é claro. Um estudo recente publicado na Nature pode mudar isso. O estudo da Universidade Odontológica e Médica de Tóquio (TMDU) analisou como uma alimentação calórica pode afetar o afinamento e a calvície, usando ratos como modelos.

Os pesquisadores descobriram que a obesidade pode reduzir o número de células-tronco dos folículos capilares (HFSC) bloqueando sua regeneração. Menos HFSC significa menos folículos, algo que inevitavelmente leva ao afinamento capilar. A queda no número de folículos é algo que acontece naturalmente com a idade, mas a obesidade parece estar acelerando o processo; apenas alguns dias em uma dieta calórica foi o suficiente para mudar os pelos dos ratos sob observação. Os cientistas também registraram aumentos no estresse oxidativo. Isso também está ligado com a calvície.

Quais alimentos devo evitar?

Você não precisa ser um nutricionista para saber que certos alimentos e bebidas podem te deixar obeso, se consumidos em excesso. Alimentos com muito açúcar (sobremesas, bebidas gaseificadas), álcool, e alimentos processados calóricos aumentam o seu peso. Comer de vez em quando não faz mal, mas ingerir comidas açucaradas e fast-food todos os dias pode ser problemático.

Mas não são apenas as calorias que você deve evitar. Dietas com muito açúcar ou alimentos processados aumentam a produção de insulina e de hormônios. Isso faz com que as glândulas sebáceas produzam quantidades excessivas de óleos, levando a problemas capilares e no couro cabeludo, incluindo caspa. As condições como a caspa e eczema podem causar irritação e coceira. O paciente sente a vontade de coçar, e essa coceira constante pode enfraquecer os fios pelas raízes e levar à queda.

Uma última consideração: se você consome muitos alimentos calóricos, é possível que não esteja se alimentando direito. Afinal, não dá para comer de tudo. A falta dos nutrientes certos, como as vitaminas B12 e D, biotina, riboflavina e ferro, podem causar calvície. Essas vitaminas e minerais são importantes para o ciclo de crescimento dos folículos capilares.

Quais alimentos devo ingerir?

Quando se trata dos alimentos certos, a regra é clara: tudo que faz bem para seu corpo e para sua saúde, faz bem para seu cabelo. Então troque as guloseimas por frutas ou castanhas. Coma alimentos orgânicos ao invés de processados sempre que possível, e evite fast-foods. Diminua o consumo de sobremesas doces e refrigerantes. Seja moderado no consumo de álcool.

Em termos de alimentos positivos para o cabelo, existem várias opções. Ovos são uma excelente fonte de proteínas e biotina, essenciais para um crescimento capilar saudável. As amoras são ótimas para o estresse oxidativo. Uma refeição com peixe (salmão, arenque, atum, sardinha e truta) rica em ômega-3, espinafre e batata-doce fará maravilhas ao seu cabelo. Coma abacates, castanhas e sementes. Carne também é bom. Não há falta de opções quando se trata de se alimentar para beneficiar seu cabelo.

Conclusão

A dieta e o estilo de vida exercem um papel crucial na nossa saúde. Por isso, não deve ser uma surpresa que também sejam importantes para a condição capilar. A má alimentação pode ser um fator contribuinte do afinamento capilar e da calvície. Essa mudança está sob seu controle.

Se você quer discutir sobre a condição do seu cabelo com um especialista, a Vinci Hair Clinic está aqui para ajudar. Somos um dos maiores líderes em restauração capilar no mundo. Oferecemos uma avaliação gratuita e sem compromisso a todos os novos clientes. Marque sua avaliação hoje – temos clínicas em todo o mundo!