Manter uma cabeleira saudável não é fácil, principalmente se a calvície se desenvolver como resultado de uma condição de pele. A psoríase de couro cabeludo é uma condição de pele que pode causar problemas.

A psoríase é uma condição imunológica que faz com que as células de pele cresçam mais rápido do que o ciclo normal. O desenvolvimento da doença no couro cabeludo pode levar indiretamente à calvície, parcialmente por conta da coceira que ela causa.

“A inflamação intensa associada com a lesão da pele psoriática pode enfraquecer o folículo, embora a coceira frequente possa causa calvície”, diz o dermatologista Adam Mamelak. A psoríase aparece em todo o corpo, incluindo sobrancelhas, joelhos e unhas, mas quase metade dos pacientes diagnosticados com psoríase desenvolvem no couro cabeludo.

A dermatologista Christine Warren explica alguns dos desafios únicos que acompanham a psoríase de couro cabeludo e o motivo dela causar a calvície se não for tratada.

Por que a psoríase no couro cabeludo causa calvície?

Os folículos capilares na sua cabeça ficam mais frágeis e quebradiços quando há inflamação por conta da psoríase. Nesses casos, é tentador coçar o couro cabeludo ou tirar as cascas para ter uma breve sensação de alívio.

“Quando você faz isso, pode piorar a psoríase”, diz a Dra. Warren. “Quando você tenta aliviar os sintomas com a coceira, pode acabar causando a calvície.” Como resultado, podemos dizer que a calvície ocorre parcialmente por conta da inflamação e também por conta da agitação que acompanha a coceira.

Essa calvície é temporária ou permanente?

Dra. Warren afirma que “O único motivo do cabelo não voltar a crescer seria por conta de uma psoríase crônica e severa que não foi tratada, ou se você coçou tanto que começou a sangrar ou causou feridas no couro cabeludo – e isso pode levar à cicatrização”.

A calvície que ocorre durante a psoríase do couro cabeludo pode ser temporária se for tratada de maneira adequada. A Dra. Warren mantém que se a psoríase for tratada adequadamente e mantida sob controle, o crescimento capilar retorna aos níveis normais.

As cinco dicas para reduzir a calvície quando você sofre de psoríase

Dra. Warren oferece alguns conselhos para ajudar a controlar os sintomas da psoríase de couro cabeludo de forma eficaz, reduzindo as chances de calvície.

  1. Evite coçar ou retirar as cascas

Seu couro cabeludo é uma área particularmente sensível da cabeça. Se você aplicar pressão na área, seja coçando ou retirando a pele, os fios podem perder força e cair. Quanto a vontade de coçar se torna irresistível, esfregue a superfície do couro cabeludo lentamente com a parte macia dos seus dedos.

  1. Repare suas unhas regularmente

A segunda medida preventiva para evitar danificar seu couro cabeludo é manter as unhas curtas. “Pode ser quase impossível coçar às vezes, mas você pode mitigar o dano à sua pele e ao cabelo mantendo as unhas aparadas”, aconselha Dra. Warren. Resumindo, unhas aparadas previnem sua calvície.

  1. Tome cuidado com seu cabelo

Quando escovar o cabelo, tome cuidado para não retirar as escamas da psoríase com a escova. Evite penteados que requerem escovação excessiva, e aplique pressão mínima na hora de lavar ou escovar. Tome cuidado do seu cabelo!

  1. Escolha xampus aprovados por especialistas

Especialistas capilares podem prescrever xampus para quem sofre de psoríase de couro cabeludo. Você também pode comprar produtos eficazes sem prescrição, e a maioria contêm ácido salicílico para alisar as escamas e fazer com que caiam. “O ácido salicílico quebra algumas escamas, que são basicamente células mortas de pele”, afirma Dra. Warren.

  1. Evite usar secador

A psoríase deixa seu couro cabeludo mais ressecado e o cabelo quebradiço. Alguns xampus também podem deixar o couro cabeludo seco. Por esse motivo, você deve tomar cuidado quando usar o secador. Seu cabelo não precisa de mais calor ou de ar quente. De acordo com a Dra. Warren, é melhor apenas deixar que seque ao ar livre.

Conclusão

A calvície é causada por diversos fatores, ambos genéticos e não genéticos. A maioria dos fatores não genéticos são tratáveis. As condições imunológicas como a alopecia e a psoríase podem ser a causa da calvície. Não confunda a coceira do couro cabeludo com a caspa. Se ela persistir e o xampu não ajudar, pode ser hora de conversar com um especialista. A Vinci Hair Clinic oferece avaliações gratuitas para novos clientes. Marque uma avaliação entrando em contato ainda hoje!