Seja você alguém que sempre mantém o cabelo em um coque, se acabou de tingi-lo, ou se fez um novo corte, tudo isso diz algo sobre a sua personalidade, como a atenção ao detalhe e o cuidado próprio.  Acontece que estamos constantemente enfrentando problemas de calvície que surgem do nada, e isso nos impede de expressarmos nossa personalidade e escolhermos o corte que desejamos.

Hoje, vamos falar sobre quatro coisas que as mulheres devem saber sobre a calvície e sobre o crescimento capilar. Se você não sabe o que está causando o problema, como resolvê-lo?

Por que a calvície acontece?

Primeiramente, vamos falar sobre o processo de calvície e porquê os folículos capilares se soltam do restante do cabelo, diminuindo a densidade. As mulheres são sujeitas à calvície em diferentes graus, mas a maioria não sabe sobre o motivo disso acontecer. Entender os fatores contribuintes pode nos ajudar a determinar quais passos devemos tomar para minimizar o problema e aumentar o crescimento capilar.

Diversos fatores de vida podem contribuir para a calvície, e você pode não saber. Esses fatores variam desde o alimento que ingerimos, o ambiente e até a poluição do ar. Isso sem falar sobre outros problemas como a genética e o estresse.

Apenas tenha em mente que se você está se perguntando o motivo da sua queda capilar repentina ou da calvície, a resposta provavelmente está na sua alimentação, no seu estilo de vida ou no seu ambiente. Escolhemos quatro fatores importantes para discutir neste artigo:

  1. Acabe com o estresse

O estresse é inimigo do cabelo saudável. Analise seus dias estressantes, quando precisava lidar com problemas pessoais ou quando trabalhava demais, por muito tempo ou muito intensamente. Você percebeu o aumento na queda de cabelo?

O estresse é um fator contribuinte em várias áreas da nossa vida, e calvície não é exceção. Agora, aqui está o que acontece: quando você sente estresse, o hormônio conhecido como cortisol é liberado no corpo. O cortisol impacta o ciclo regular dos folículos capilares.

Um aumento nos níveis de cortisol causa diminuição no número de componentes biológicos que contribuem para o crescimento capilar. Especialistas da Universidade de Harvard conduziram um estudo em ratos onde removeram completamente as glândulas de adrenalina responsáveis pela produção do hormônio de estresse, e o resultado foi uma descoberta fascinante.

A fase de descanso conhecida como telógena, onde o cabelo para de crescer e pode até mesmo ser trocado, foi diminuída consideravelmente e os pelos começaram a crescer novamente mais rápido. Então, o estresse foi um fator contribuinte para a calvície em níveis calculáveis.

Em artigos anteriores, falamos sobre como a COVID-19 pode contribuir para o aumento no estresse, levando à calvície. Portanto, preste atenção e cuide-se para evitar situações estressantes para ter um cabelo mais saudável.

  1. Níveis hormonais e alimentação adequada

Os níveis hormonais exercem um importante papel na calvície, começando com o hormônio do estresse mencionado acima. Por exemplo, uma flutuação nos níveis hormonais durante o pós-parto ou a menopausa pode causar uma mudança considerável na troca dos cabelos.

Durante esse período, as mulheres sofrem uma redução dos níveis hormonais femininos. Além disso, outros hormônios como o hormônio da tireóide afetam a condição dos folículos capilares. O hipotiroidismo ou hipertiroidismo é quando as glândulas da tireóide produzem quantidades muito baixas ou altas de hormônios.

Estas condições levam à calvície em diferentes áreas do seu corpo, incluindo o cabelo vellus e terminal. Os folículos ficam quebradiços e frágeis, não conseguindo manter o crescimento. Esses níveis hormonais são ligados diretamente à nutrição.

Através de uma alimentação correta, podemos fornecer aos nossos folículos capilares os minerais essenciais como zinco e ferro para aumentar a condição do microbioma intestinal. Isso modula os caminhos inflamatórios, afetando a saúde dos folículos.

  1. Níveis de poluição à nossa volta

Sabe-se que a poluição é conhecida pelos seus efeitos negativos em nossas vidas, mas você sabia que ela pode afetar nossa saúde? De acordo com uma pesquisa realizada em 2019 pela Future Science Research Centre, quando o cabelo é exposto a poluentes comuns como as partículas de substâncias (PS), os níveis de proteínas responsáveis pelo crescimento capilar diminuem.

Mesmo partículas de pó comuns e bioprodutos derivados de fósseis (diesel, petróleo, carvão, óleo, etc) enfraqueceram a capacidade do folículo capilar. Quando a quantidade de poluição aumentou, houve também um aumento nos níveis de calvície.

Ficar exposto a atividades como manufatura, construção e mineração pode levar à liberação nociva de substâncias perigosas. Descobriu-se que os efeitos dos poluentes foram desproporcionalmente relacionados à diminuição de proteínas importantes como a β-catenina, ciclina D1, CDK2 e ciclina que garantem o crescimento saudável do cabelo.

  1. Acúmulo de produtos capilares

Os suplementos capilares, xampus e condicionadores ajudam a ajustar o seu penteado e a aumentar o crescimento capilar, mas o uso descontrolado deles podem levar ao acúmulo que afeta a condição do cabelo. O acúmulo é criado pela junção de restos dos séruns, condicionadores, cremes e sprays.

Eles ficam presos no couro cabeludo e nos fios, prevenindo o crescimento dos folículos capilares. Produtos que deixam o cabelo mais macio e brilhante são ricos em ingredientes como cera, óleo mineral, silicone e outros ingredientes. Quando juntos em camadas, estes elementos previnem a hidratação.

O acúmulo também previne que os condicionadores sejam absorvidos corretamente pelo cabelo. Pode causar coceira, descamação ou irritação do couro cabeludo.

Resumo

Conhecimento é poder. Saber sobre estes fatores que afetam a condição do seu cabelo te dá uma vantagem para vencer a batalha contra a calvície. Praticar rotinas para acabar com o estresse como a meditação, ter uma boa alimentação, usar moderadamente os produtos capilares e evitar poluentes deixará seu cabelo mais saudável.

Se você está preocupada com a condição do seu cabelo, entre em contato com um dermatologista certificado ou um especialista capilar. A Vinci Hair Clinic possui clínicas em todo o mundo, e nossos especialistas possuem ampla experiência no tratamento de pacientes em todo o mundo. Entre em contato e marque sua avaliação gratuita ainda hoje!